viagens-pelo-mundo África do Sul

7 vinícolas com paisagens e vinhos maravilhosos para conhecer na África do Sul

Para quem não sabe, a África do Sul é uma das grandes produtoras de vinhos do mundo. Lá você encontra uma grande variedade dessa bebida tão amada. E o melhor é que você pode conhecer as vinícolas e ter a experiência de degustar um bom vinho diante de paisagens maravilhosas. Existem dois locais no país que precisam entrar no seu roteiro: Stellenbosch, uma cidadezinha pequena e charmosa com mais de 300 vinícolas; e Franschhoek, também conhecida como ‘esquina da França’, uma cidadezinha menor e com pouco mais de 50 vinícolas. A região dessas duas cidades é conhecida como Winelands, e ela fica a pouco mais de 1 hora da Cidade do Cabo.

Onde ficar

Ficamos hospedados duas noites na Marianne Wine State, uma vinícola localizada em Stellenbosch. Várias das vinícolas da região também oferecem hospedagens. Para nós foi uma experiência super legal e que valeu super a pena.

Como ir de uma vinícola para a outra

Em Franschhoek existe um trenzinho bem bonitinho que vai passando nas vinícolas. Além disso, você pode comprar pacotes de passeios que te levam de van. Maaas, nada melhor do que estar de carro e ter liberdade de ir na vinícola que quiser e quando quiser né. A gente não tá sugerindo que ninguém beba e dirija, mas por acaso todo mundo faz isso e por acaso não tem chance de alguém te parar por isso.

As vinícolas das Winelands

Como escolher as melhores vinícolas? Bem, essa talvez seja a parte mais difícil do passeio, já que toda a região abriga várias vinícolas. Nós acabamos escolhendo algumas que tinham boas referências, e vamos compartilhar um pouco da nossa experiência com vocês. Quem sabe a gente não te ajuda a definir as que você vai querer ir, né?! Vamos lá!

Vinícolas de Stellenbosch

Waterford

Uma das mais tradicionais da região, a Waterford foi a primeira vinícola que visitamos. Fizemos a degustação com chocolate e adoramos, já que foi uma experiência nova para a gente. Quem não curte um chocolatinho, né?! A Waterford foi a primeira vinícola da África do Sul a fazer esse tipo de degustação (pelo menos foi o que eles disseram). Foram três vinhos (existem opções com mais) com três chocolates, que saiu por 75 rands por pessoa (R$ 18,75). Além dos vinhos maravilhosos, vale destacar também o chocolate com sal. Uma delícia! Lá também é possível conhecer o processo de produção dos vinhos, que é bem legal.

Recebendo uma aula sobre os vinhos da Waterford

Passeio pelo processo de produção

Spier

Nossa próxima parada foi a Spier, uma vinícola com uma pegada mais moderna e com ótimo preços. Lá também oferecia degustação com chocolate, e por que não experimentar, né? Foram cinco vinhos por R 70 (R$ 17,50). Os vinhos são deliciosos e o local é lindo (inclusive foi onde tiramos uma das nossas fotos prediletas). Além disso, tem um restaurante de comida orgânica que foi onde almoçamos e que vale super a pena!

Larissa sentindo o bouquet

Paisagem que mais parece uma pintura

Aqui o Felipe já estava meio alto, curtindo uma brisa - Larissa

Spice Route

Eu sei que a gente só fica falando que os lugares são lindos, mas poxa, eles são… A Spice Route fica um pouco mais distante, mas vale a pena. Nela existe tipo um complexo com lojas, sorveteria, chocolateria, delicatessen com temperos, carnes e, óbvio, muito vinho. Aqui não tinha chocolate, mas biltong, que são as carnes secas que o sul-africanos comem e que possuem grande variedade. Optamos por essa degustação, que saiu por R 85 (R$ 21,25).

Curte a vista

Desgustação com biltongs

E eu ainda comprei uns temperinhos para trazer para casa - Felipe

Delaire Graff Estate

A Dellaire Graff State tem uma das localizações mais privilegiadas da região, o que faz com que muitas vezes ela seja considerada a vinícola com a vista mais bonita de todas. O restaurante de lá é considerado um dos melhores da África do Sul. Também há a opção de hospedagem no local, mas você vai precisar desembolsar bons dinheiros. Por isso, os preços dos vinhos da Delaire Graff Estate são um pouco mais salgados, mas nada que nos impeça fazer ao menos uma degustação, não é mesmo?!

A mais linda das vistas

Marianne Wine State

Essa foi a vinícola que escolhemos para ficar hospedados. Ficamos no Table Mountain Loft, que tinha vista para a Table Mountain (obviamente), um quarto bem aconchegante e com uma varandinha bem legal. O café da manhã também foi bem honesto. Um excelente custo x benefício! O bom de dormir em uma vinícola é que você fica mais perto para visitar o máximo de vinícolas que conseguir no dia.

Como ficamos hospedados na Marianne Wine State, não tivemos que pagar a degustação. Os vinhos dessa vinícola são deliciosos e o destaque entre os que provamos foi o vinho que foi servido no aniversário de 90 anos do Mandela, em Buckham, que foi produzido por eles. (Esse é um dos poucos que a gente encontra sempre para comprar na wine.com)

Sala de degustação

Vinícolas de Franschhoek

Grande Provence

Uma vinícola com um estilo bem clássico e que mais parece um museu ao céu aberto, essa é a Grande Provence. Assim que chegamos, ficamos com a impressão de que era uma vinícola chique demais, mas logo a impressão passou. Fomos super bem atendidos e, para a nossa surpresa, os preços eram bem acessíveis. Adoramos o vinho, o ambiente e tudo mais. Fizemos a degustação premium, que saiu por 50 rands por pessoa (R$12,50), com direito a experimentar quatro vinhos.

Entrada linda, que você já chega feliz

A sala de degustação mais parece um museu

Leopards Leap

A Leopards Leap é uma vinícola jovem, que vem crescendo bastante e conquistando seu espaço. No entanto, foi a vinícola que menos gostamos da visita em si. Não nos entenda mal, o vinho é delicioso e fomos super bem atendidos, mas a sala de degustação era enorme e estava vazia e um pouco escura. Parecia até que estava fechada. Talvez porque fomos na época de baixa temporada né, vai saber. A degustação de cinco vinhos saiu por R 25 (R$6.25).

O que você precisa saber antes de visitar as Vinícolas

Vale a pena comprar os vinhos lá nas vinícolas?

Sim, vale muito a pena! Os preços são ótimos comparados com os daqui. Você acha vinhos a partir de 5 reais. E ainda tem uma lembrança boa para saborear.

Como levar os vinhos para o Brasil? 

Você encontra em lojas de bebidas caixas de isopor com espaço para seis garrafas. Nós compramos duas e fizemos um pacote único para despachar.

Quantas vinícolas visitar por dia?

A gente fica com vontade de ir em todas as vinícolas. Mas sugerimos que você vá no máximo a 3 ou 4. Caso contrário, fica cansativo e você nem aproveita muito.

Preciso entender de vinho para curtir esse passeio?

Não. E nós somos a prova viva disso. A gente só sabe que gosta de vinho e no máximo quais uvas gosta mais.

Quantos dias preciso para visitar as Winelands?

Nós ficamos 2 dias e queríamos ter ficado mais. Mas aí vai depender do quanto você gosta desse tipo de passeio. Tem gente que faz bate e volta da Cidade do Cabo, mas sugerimos ao menos 2 dias.

Como funciona a degustação?

Cada vinícola possui ao menos dois tipos de degustações para você escolher. Algumas com vinhos mais em conta, outra com vinhos mais caro, outra acompanhada de algum belisquete. Você escolhe a que mais te interessa e recebe um pouco de cada vinho para degustar. Há uma apresentação básica e rápida de cada vinho. Depois, é só curtir!

Muito importante fazer cara de que está entendendo, mesmo sem estar entendo nada - Felipe

Acabou, é hora de partir. Mas levando um vinhozinho.

Gostou? Tem alguma dúvida? Escreve pra gente! ;)

Para ficar sempre por dentro, siga a gente no Instagram e no Facebook.